Comerciários de Itabuna e Salvador intensificam campanhas salariais

Comerciários de Itabuna e Salvador intensificam campanhas salariais

Com Informações do CTB-Bahia

Com data-base entre janeiro e março, vários sindicatos de comerciários na Bahia estão em plena campanha salarial. Em Itabuna, manifestações foram realizadas em alguns supermercados. Já em Salvador, houve a primeira rodada de negociações. No Sul, o objetivo foi fazer os empresários de supermercados iniciarem as negociações. A ação contou com o apoio da vereadora Wilmaci Oliveira (PCdoB) e representantes de outros sindicatos.

“As manifestações são para demonstrar nossa insatisfação com o desprezo do sindicato patronal, que não se dispõe a negociar. Entregamos a pauta de reivindicação há mais de 1 mês e aguardamos resposta. O momento, também, foi de conversar com os trabalhadores e as trabalhadoras de supermercados sobre a importância da participação da categoria na campanha. Queremos a negociação o mais breve possível, para que a campanha não se prolongue. Lutamos por reajuste com ganho real e mais direitos”, afirma a presidenta da entidade, Amanda Santos.

SALVADOR

Na capital baiana, o Sindicato se reuniu com a entidade patronal lojista na primeira rodada de negociação para a Convenção Coletiva de Trabalho 2024/2025. “A expectativa para a assinatura do acordo é grande na categoria, que aguarda o reajuste salarial. Além do aumento, vamos tratar da regulamentação do trabalho em alguns feriados, com o fechamento do comércio em datas como o domingo, segunda e terça-feira de Carnaval, a Sexta-feira Santa e o São João”, explicou o presidente do sindicato, Renato Ezequiel, que estava com a vice-presidenta, Rosemeire Correia; o vice-presidente da FEC Bahia, Reginaldo Oliveira, e a supervisora técnica do Dieese, Ana Georgina Dias.

Segundo o presidente da FEC Bahia, Jairo Araújo, os bons números do comércio e do setor contrariam a postura ruim dos patrões em Itabuna e projetam boa negociação em Salvador. “Segundo dados do Dieese, o comércio baiano cresceu 4,8% na Bahia, enquanto no Brasil foi 1,7%. O setor de supermercados registrou crescimento de 5,5%, contabilizando 17 meses consecutivos de crescimento. Na variação da receita nominal de vendas (dezembro/2023 x novembro/2022), o setor viu crescimento de 9,5% no Brasil e de 10,1% na Bahia. Os dados são do IBGE. Portanto, é hora de os empresários do comércio valorizarem nossa categoria em todas as cidades baianas”, enfatiza.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 19 =