Diretor do Sindicato prestigia lançamento de anuário sobre LGTBQ+ no futebol

Um importante evento ligado à população LGBTQ+ no esporte foi realizado, na tarde desta sexta-feira (15), em Salvador. O Sindicato dos Comerciários marcou presença com o secretário de Formação Antônio Fernando, e o supervisor do Jurídico, Alfredo Santiago. Com um coquetel no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM), o Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ+ lançou o Anuário do Observatório da Canarinhos LGBTQ+ da LGBTfobia no futebol.

Mostrando dados de 2022, o documento é uma iniciativa que busca analisar e registrar dados relevantes relacionados à inclusão LGBTQ+ e combate a LGBTfobia neste ambiente esportivo. “O material é resultado de um esforço coletivo para trazer à luz as questões enfrentadas por essa comunidade no âmbito esportivo. Buscamos contribuir para um ambiente mais inclusivo e acolhedor. Tivemos convidados especiais e exposição de camisas das torcidas que compõem o coletivo. É com iniciativas dessa natureza que vamos enfrentar e vencer os preconceitos”, disse Onã Rudá, fundador da Torcida LGBTricolor do Bahia e do Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQs.

Para Antônio Fernando, é importante os sindicatos abraçarem as causas da população LGBTQ+. “Isso no ambiente de trabalho, no esporte e em todas as áreas da sociedade. Esse segmento em nossa categoria precisa do apoio de sua entidade para enfrentar preconceitos, discriminações e qualquer tipo de violência. Nosso sindicato estará sempre presente em eventos como esse”, destacou.

CANARINHOS LGBTQ

O Coletivo de Torcidas Canarinhos LGBTQ surgiu em novembro de 2019, com o nome de Canarinhos Arco-Íris. Mas, mudou em junho de 2021, depois da criação de diversas torcidas e movimentos formados por torcedores e torcedoras LGBTQIAP+. O movimento busca congregar esses coletivos, combater a LGBTfobia com ações, campanhas, iniciativas e sugestões de inclusão e diversidade. Inicialmente, as movimentações e diálogos envolveram a LGBTricolor, a Marias de Minas e a Palmeiras Livre. Logo, foram se somando outros coletivos que surgiram com o mesmo intuito em diversos clubes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =