Presidente do Sindicato reforça importância da negociação para feriados

O quinto episódio do Comerciári@s_Pod, nesta quinta-feira (30) teve a presença do presidente do Sindicato, Renato Ezequiel, que falou sobre a suspensão da portaria do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que trata do trabalho no comércio em dias de feriado. Transmitido pelo canal COMERCIÁRIOS POD, no YouTube, o programa teve a mediação da jornalista Antônia Correia.

Primeiro, Renato criticou a imprensa, que mentiu sobre o teor da medida do MTE. “A portaria fala apenas do feriado os grandes jornais de TV e sites afirmavam que tratava também dos domingos, colocando mais confusão no entendimento da sociedade sobre o assunto”, ponderou.

Segundo o dirigente, a medida só ratificou o que já acontece na maioria das cidades do Brasil. “Há mais de 30 anos, a grande maioria dos sindicatos já assinam acordos com as entidades patronais sobre a abertura do comércio nos feriados, como aqui em Salvador. A portaria derrubou a antiga feita pelo governo Bolsonaro, que liberava geral, e reforçou a importância da negociação entre as entidades sindicais dos patrões e dos comerciários. Nada mais justo”, enfatizou.

CAMINHOS DA LUTA

Renato Ezequiel apontou os caminhos que as entidades estão criando. “A reunião da nossa federação, FEC Bahia, definiu por uma reunião nacional para atuarmos junto ao Congresso e ao Grupo de Trabalho, criado pelo governo para achar uma solução que contemple a todos. Estamos construindo um fórum nacional de comerciários para fazer esse enfrentamento”, destacou.

Ao final, o presidente do Sindicato apontou os desafios dessa luta. “Queremos geração de emprego e renda, e uma relação democrática com os empresários na definição de regras para a abertura do comércio e o trabalho em dias especiais. Hoje, a maioria das empresas já pagam os domingos, os feriados, dando folga, transporte e alimentação. Tudo isso fruto de diálogo e negociação, que faz todos ganharem: o comércio, nossa categoria e os consumidores”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + nove =