Para Renato, juros altos enfraquecem comércio e prejudicam comerciários

Segundo economistas, a taxa de juros muito elevada no Brasil desestimula o consumo e torna o crédito mais caro, enfraquecendo o comércio e prejudicando vendedores e vendedoras, pois isso dificulta as vendas. Para Rodrigo Simões, economista e professor da FAC-SP, juros elevados por um longo tempo têm duplo efeito. “Primeiro, o crédito para capital de giro fica mais caro para o comércio varejista. E, segundo, com este patamar da Selic, a economia desacelera. Logo, o consumo diminui e o comércio passa a vender menos”, explica.

Segundo o presidente do Sindicato dos Comerciários, o Banco Central tem a maior responsabilidade no problema. “Por pressão do presidente Lula e de setores da sociedade, o banco fez duas reduções recentes na Taxa Selic, ficando 12,75% ao ano. Ainda é um patamar muito elevado. Na próxima reunião do Copom, tem que ser mais ousado e diminuir, no mínimo 2 pontos percentuais. A atividade do comércio precisa de condições favoráveis para girar a roda da economia, vendendo tudo que é produzido na indústria e na agricultura. Com juros baixos, as vendas crescem, as comissões melhoram e as empresas contratam mais”, destaca.

De acordo com Rodrigo Simões, a queda do consumo produz desaquecimento da economia. “Além disso, os consumidores também realizam menos empréstimos e financiamentos, opções utilizadas para a compra de eletrônicos e eletrodomésticos, por exemplo. E mantém a inadimplência grande no Brasil, pois os consumidores preferem pagar as dívidas em vez de utilizar o dinheiro no consumo.

Estudo da Serasa Experian mostra que em cinco anos, o número de brasileiros inadimplentes passou de 59,3 milhões para 70,1 milhões, um recorde na série histórica. O valor das dívidas também cresceu. Em média, cada inadimplente deve R$ 4.612,30. Em janeiro de 2018, era R$ 3.926,40, um crescimento de 19% no período.

com informações da CNN

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =