“Vem pra luta mudar essa história”; Sindicato lança campanha salarial

Com uma caminhada na Avenida Sete, usando carro de som, bandeiras e distribuição de panfletos, o Sindicato dos Comerciários lançou, nesta terça (15), a Campanha Salarial 2022. “Vem pra luta mudar essa história – reajuste decente, mais direitos e pagamento dos domingos” é o tema desse ano. Faz referência a importância de mudar o descaso dos lojistas. Para entidade, chega de acordos pontuais. É importante uma Convenção Coletiva para todo o setor, com todos os direitos assegurados.

“Há momentos em que precisamos mudar a atitude para transformar as coisas e ter uma vida melhor. Há um clima de mudança na América Latina com a eleição de presidentes ligados às lutas dos trabalhadores. A Espanha mudou e anulou a reforma trabalhista que não gerou empregos e só precarizou o trabalho. O Brasil quer mudança e vai mudar com a força do povo brasileiro. Mudança começa primeiro com a gente, mudando de atitude. E quem trabalha no comércio tem que vir junto com o Sindicato”, pontuou o presidente da entidade, Renato Ezequiel.

Presidenta da CTB Bahia e do SintraSuper, Rosa de Souza reforçou o apoio da central à categoria e ao sindicato. “A gente muda essa história com unidade e muita luta no comércio para garantir a Convenção Coletiva, com reajuste decente, direitos e pagamento dos domingos. Nós, do setor de supermercados, estamos juntos com os trabalhadores e as trabalhadoras do setor lojista.

CARESTIA E COMÉRCIO BEM

Vice-presidente da FEC Bahia, Reginaldo Oliveira disse que a campanha desse ano é importante para valorizar o trabalho e a remuneração dos comerciários e das comerciárias. “Nossa categoria merece melhores salários para enfrentar essa carestia, com botijão de gás a mais de R$ 100,00, gasolina acima de R$ 7,00 e aumento da conta de energia elétrica. Sem falar no alto preço da refeição em ruas e shoppings. A FEC estará reforçando a campanha em Salvador”, afirmou.

Presente na manifestação, o presidente do Sindicato dos Comerciários de Lauro de Freitas, José Carlos, destacou o apoio à luta em Salvador. “Estaremos juntos durante toda a campanha, trazendo sempre a solidariedade e reforçando as ações da campanha na capital”, enfatizou.

Mesmo com o cenário econômico ainda difícil, o comércio baiano tem reagido bem à pandemia. Registrou taxas positivas de 7,9%, de janeiro a agosto de 2021. As vendas no Natal cresceram 11,1% no Brasil, em relação 2020, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado. Na Bahia, cresceram 5%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =