Em ato, Sindicato defende presença no comitê de crise da pandemia

Um ato foi realizado na manhã desta quinta-feira (11), em frente ao Salvador Shopping. Lojistas e muitos comerciários pediram equilíbrio nas decisões para o funcionamento do comércio durante a pandemia de coronavírus, mas sempre colocando a preocupação com a vida das pessoas.

O Sindicato dos Comerciários e a FEC Bahia prestaram solidariedade à categoria que trabalha no shopping, colocando a posição das duas entidades. “Na luta pela vida e pela economia, solicitamos a Fecomércio, governo e prefeitura participar das discussões no comitê de crise. Ele foi criado para debater e tomar decisões sobre medidas de combate à pandemia e o funcionamento das atividades comerciais na capital”, disse Renato Ezequiel, presidente do sindicato.

Segundo o Sindicalista, a opinião da categoria também é importante. “Defendemos a vacinação ampla e rápida da população; manutenção do auxílio emergencial de R$ 600,00 para garantir o consumo e dinamiza as vendas no comércio e a economia; abertura de linhas de crédito mais facilitadas para micros, pequenas e médias empresas, de todos os bancos públicos e, inclusive, da Desenbahia”, disse.

Presidente da FEC Bahia, Reginaldo Oliveira se solidarizou com as vítimas da Covid-19 e destacou a importância da unidade de todos para vencer a crise. Por isso, queremos participar do comitê, que pode avaliar alternativas como: dividir horário de funcionamento do comércio de rua e de shoppings, com revezamento de turmas de trabalho; exigir 100% da frota de ônibus nas ruas, entre outras medidas”, pontuou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 + 20 =