Desemprego cai a 7,5% no tri até abril, menor taxa do período em 10 anos

Desemprego cai a 7,5% no tri até abril, menor taxa do período em 10 anos

Com informações do Uol

A taxa de desemprego no Brasil recuou para 7,5% no trimestre encerrado em abril, revelam dados apresentados nesta quarta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Com a queda apurada pela Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), o nível de desocupação do país é o menor para o período desde 2014 (7,2%).

O que aconteceu

  • O patamar de desemprego no Brasil caiu para 7,5%. A variação corresponde a uma queda em relação às taxas referentes aos primeiros três meses deste ano (7,9%) e ao mesmo período do ano passado (8,5%).
  • Taxa de desocupação é a menor para o trimestre em 10 anos. Na comparação histórica da pesquisa, coletada desde 2012, o nível de desemprego é o menos para o trimestre finalizado em abril desde a taxa de 7,2% registrada em 2014
  • Variação acompanha o resultado do primeiro trimestre. Nos três primeiros meses de 2024, a taxa de desemprego no Brasil foi de 7,9%. O percentual corresponde também ao menor nível dedos últimos dez anos. O recuo foi seguido pelo menor patamar de desocupação em 21 estados e no Distrito Federal

O que é a Pnad Contínua

Estudo passou a ser divulgado a partir de janeiro de 2012 em todo o território nacional. Em suas coletas, a pesquisa avalia indicadores relacionados à força de trabalho e somente para o nível geográfico de Brasil.

Os indicadores mensais utilizam as informações dos últimos três meses consecutivos da pesquisa. Assim, os indicadores produzidos mensalmente não refletem a situação de cada mês, mas, sim, o desempenho de cada trimestre móvel do ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito + 14 =