Para formar dirigentes e vencer os desafios, CTB inicia curso nacional na Bahia

Para formar dirigentes e vencer os desafios, CTB inicia curso nacional na Bahia

Com informações do CTB Bahia

Definido como o ano da formação sindical classista, 2024 começou em grande estilo para mais de 288 dirigentes classistas de todo o Brasil, inscritos no Curso Nacional de Formação. A atividade segue até o dia 21, com vários temas importantes: reforma e legislação trabalhista mundo do trabalho e a história dos sindicatos; capitalismo de plataformas; reindustrialização e inovação tecnológica; a guerra dos chips; emancipação das mulheres; dinâmica do mercado de trabalho e; teoria marxista como instrumento de luta da classe trabalhadora.

Além disso, os inscritos e outros sindicalistas estarão presentes no seminário “A classe trabalhadora e os desafios para a construção de um Brasil democrático, justo e soberano”, que acontecerá na quinta-feira (21), a partir das 14h, no Ginásio dos Bancários, que fica no Centro de Salvador. “Esse é o ano da Formação para CTB Nacional, nossos sindicatos e entidades. É uma decisão política da Direção Nacional, que precisa ser assumida por todos os nossos dirigentes. Diante dessa grave crise do capitalismo, temos que fortalecer nossa ideologia de classe e entender melhor os fenômenos que afetam a classe trabalhadora. É importante que nossos sindicalistas assumam o protagonismo da luta nesse cenário complexo e desafiador, e se formar é essencial”, afirmou o presidente nacional da Central, Adilson Araújo.

O dirigente destacou outras ações da CTB para ajudar sindicatos e dirigentes na luta das categoria e na luta política geral: lançar, até maio, o canal de Streaming da Central; lançar o Podcast “PodPovo”; retomar o Selo Consciência de Classe (editar livros de lideranças sindicais); fortalecer ainda mais as redes sociais da CTB; organizar o encontro internacional dos trabalhadores e trabalhadoras de língua portuguesa e contribuir para reeleição de vereadores sindicalistas e eleição de novas lideranças nas eleições municipais de outubro.

AÇÕES MAIS QUALIFICADAS

Dando as boas-vindas da Bahia, a presidenta da CTB estadual, Rosa de Souza, destacou a importância da formação. “Estamos felizes em ter, aqui, dirigentes classistas de todo o País. Recebemos vocês com aquele axé e no ritmo da transformação, que só é possível com muita formação teórica e política. Que os temas do curso e o seminário ampliem ainda mais o nosso conhecimento para que nossas ações sejam ainda mais qualificadas no movimento sindical, ajudando a reconstruir o Brasil”, ponderou.

A secretária de Formação e Cultura da CTB, Eremi Melo, ressaltou a importância de os sindicatos investirem nessa frente. “Realizamos essas primeiras atividades no mês de março, período especial para as mulheres, principalmente as trabalhadoras. Nesse ano da formação, a participação dos nossos e das nossas dirigentes é essencial nas iniciativas da CTB que serão realizadas durante o ano. Os sindicatos precisam superar as dificuldades financeiras e apostar muito na formação das suas direções. Isso vai qualificar ainda mais a ação classista nas categorias e junto à sociedade”, enfatizou.

Segundo o secretário geral da CTB, Ronaldo Leite, a Central elaborou um conjunto de ações. “Esse curso nacional e o seminário fazem parte do plano definido pela CTB, junto com o EAD Sindical, que tem uma aula mensal, sempre na última quinta-feira do mês. Estamos celebrando, pois o curso foi pensado para 200 pessoas e tivemos 288 inscrições. A formação é essencial para ajudar a organização e a ação política da Central”, afirmou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 1 =