Convenção Coletiva de Trabalho segue em negociação com o patronato

Convenção Coletiva de Trabalho segue em negociação com o patronato

Da Redação

O Sindicato dos Comerciários de Salvador e o Sindilojas se reuniram na manhã de hoje, 21, para dar início à primeira rodada de negociação para a Convenção Coletiva de Trabalho 2024/2025. A expectativa para a assinatura do documento é grande entre a categoria que tem a data base no próximo dia 01 de março e ainda aguarda o valor do reajuste salarial.

Participaram da mesa o presidente do Sindilojas, Paulo Mota, o presidente do Sindicato dos Comerciários de Salvador, Renato Ezequiel, a vice-presidenta, Rosemeire Correia, o vice-presidente da Federação dos Comerciários da Bahia, Reginaldo Oliveira e a economista e supervisora técnica do Dieese na Bahia, Ana Georgina Dias.

Para além do reajuste salarial, o Sindicato trouxe à tona a grande insatisfação da categoria com o trabalho em alguns feriados e pediu o fechamento do comércio em datas como o domingo, segunda e terça-feira de Carnaval; a Sexta-feira Santa e o São João.

“Precisamos pensar na proteção dos trabalhadores, na saúde mental deles. O trabalhador também tem direito a desfrutar desses feriados, até porque, o movimento nos grandes centros comerciais nestes períodos não se justifica financeiramente, é muito pequeno”, avaliou Renato Ezequiel.

 

Como forma de contextualizar e embasar a argumentação do sindicato, Ana Georgina pontuou o atual panorama econômico vivido pela capital baiana. “O comércio varejista cresceu 4,8% na Bahia e 1,7% no Brasil. Somente em Salvador, esse crescimento se observa há 14 meses consecutivos. Nada mais justo do que repartir o bolo com os trabalhadores”, comentou.

Representando o patronato, Paulo Mota ouviu atentamente todas as ponderações, sobretudo, os pontos divergentes e prometeu levar as propostas para avaliação dos seus representados.  Uma nova rodada de negociação ficou marcada para o próximo dia 27/02, quando será apresentada uma nova contra proposta.

Conheça os principais pontos da proposta para a Convenção Coletiva de Trabalho 2024:

 

  • Campanha Salarial

Reajuste do piso salarial em 8% (oito por cento) a partir do dia 01 de março de 2024

  • Feriados

Fica proibido o funcionamento do comércio nos seguintes feriados:

  • Dia 01 de janeiro
  • Domingo, segunda e terça-feira de Carnaval
  • Sexta-feira Santa
  • 01 de maio – Dia do Trabalho
  • 24 de junho – São João
  • 21 de outubro – Dia do Comerciário
  • 25 de dezembro – Natal
  • Triênio

Pagamento adicional por tempo de serviço.

Para cada 03 (três) anos de efetivo → 3% (três por cento) do respectivo salário mensal

  • Alimentação

Sistema de refeição ou alimentação com valor diário não inferior a R$ 18,00 (dezoito reais) facultado o desconto de até 10% do custo ao empregado.

  • Redução da Jornada de Trabalho

Jornada de trabalho do comerciário de 40 (quarenta) horas semanais.

  • Saúde do Trabalhador

→ Os empregadores se comprometem a promover campanhas e atividades informativas e educativas com foco na prevenção e redução de danos a saúde mental

→ Em caso de assalto dentro do estabelecimento, todos os empregados presentes deverão ter atendimento psicológico oferecido pelo empregador

→ As empresas possibilitarão a visita do médico do trabalho e/ou do psicólogo do Sindicato Laboral para prevenção de doenças emocionais e doenças ocupacionais.

  • Benefício Social Familiar – BSF

O Benefício Social Familiar é um benefício para você e sua família no momento mais importante de suas vidas:

  • Ajuda Natalidade: R$ 700,00
  • Farmácia Natalidade: R$ 700,00
  • Auxilio Funeral: R$ 3.500,00
  • Apoio Social e Psicológico
  • Consultas Médicas Telepresenciais

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × dois =