Sindicato e contadores debatem direitos da Convenção Coletiva; Bem + tira dúvidas

Dirigentes do nosso Sindicato e profissionais de contabilidade debateram os direitos garantidos na Convenção Coletiva e sua aplicação por parte das empresas. O 1° Encontro de Contadores aconteceu nesta quinta-feira (5), no Teatro Dias Gomes (Espaço Cultural dos Comerciários). Participaram, também, dirigentes do SintraSuper (comerciários de supermercados).

“É muito importante trazer aqui os contadores, que orientam as empresas sobre o que precisam fazer para cumprir o que determina a Convenção Coletiva de Trabalho e não prejudicar os trabalhadores e as trabalhadoras do comércio. Queremos apenas que as contabilidades orientem as empresas a respeitarem os direitos trabalhistas. Até porque, quando os comerciários nos informam de algum problema, o Sindicato age, ou acionando os órgãos da Justiça do Trabalho ou com a firmeza de manifestações”, afirmou.

Advogado do Sindicato para questões coletivas, dr. André Esturaro destacou que as entidades sindicais são importantes para fazer a economia do Pais se desenvolver. “Com as campanhas salariais, os reajustes voltam em consumo no próprio comércio, por exemplo. Os benefícios das convenções coletivas são importantes para quem trabalha e para a sociedade em geral. Elas melhorar e ampliam direitos em relação as leis existentes. Por isso, é importante conscientizar a categoria sobre a importância da sindicalização e da Taxa Assistencial. É com elas que o sindicato faz a luta e conquistas os acordos”, pontuou.

O contador do Sindicato, Joseney Oliveira, destacou que tem conversado com colegas contabilistas sobre o papel que possuem nessa relação trabalhista. “Digo que não devemos aceitar pressões e determinadas orientações das empresas para tentar não aplicar as cláusulas das convenções coletivas. Se não cumprem, criam passivos trabalhistas que podem ser pior no futuro. A contabilidade tem que orientar o certo e a responsabilidade de descumprir as leis é das empresas. É importante estreitar mais a relação entre contabilidades e sindicatos para reduzir os problemas”, destacou.

PLANO DE BENEFÍCIOS BEM +

Após o primeiro debate, as representantes do Plano de Benefícios Bem +, Cecília Santos e Edma Karine, falaram da parceria iniciada com os comerciários a partir da assinatura da Convenção Coletiva.

“Para usufruir dos variados benefícios, é importante a empresa e os funcionários se cadastrarem. O valor é de R$ 29,90 por pessoa e pago pela empresa. O valor para dependentes é de R$ 16,90. Fazemos a gestão de planos de saúde e odontológicos, e até serviços residenciais e para veículos. Um bom exemplo é o auxílio natalidade do Icatu, que garante o valor de R$ 600,00 por bebê. E as pessoas podem marcar consultas pela internet, no site da Bem Mais. Os comerciários e as comerciárias podem buscar informações no sindicato e com a gente”, enfatizou Cecília, que fez a explanação.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − 2 =