Governo BolsoCARO: panela e bolso vazios, e ruim para o comércio

As famílias brasileiras vivem um momento muito difícil. Desemprego em alta, inflação galopante, alta de preços e panela vazia. É a carestia infernizando a vida da classe trabalhadora e dos mais pobres, que enfrentam o transporte está cada vez mais caro, gás de cozinha passando de R$ 130,00 e gasolina acima dos R$ 7,00.

Dados da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel) mostram que, em seis anos, o preço da energia subiu 114% e a inflação, 48%. a cesta básica em Salvador acumulou alta de 25,85% em um ano.

Tudo isso impacta no comércio, que tem seus melhores momentos de vendas quando tem dinheiro circulando na economia e nas lojas. Assim, a categoria comerciária também vê seus rendimentos melhorarem. Quem trabalha no comércio sabe que se o combustível aumenta, cresce o valor do frete das mercadorias, fazendo o preços dos produtos subirem e dificultando maiores vendas.

CARRINHO VAZIO

A inflação de mais de 12% no último ano e a carestia fazem a população deixar de comprar produtos básicos para sobrevivência. Estudo da empresa de inteligência de mercado Horus revela que itens como carne de boi, leite longa vida e óleo estão menos presentes nas compras, em comparação com abril de 2021.

Observando 35 milhões de notas fiscais em todo o Brasil, a Horus verificou que, no mês passado, o leite estava presente em 14,2% dos carrinhos. Em abril de 2021, essa incidência era de 15,9%. No mesmo período, o preço médio do litro passou de R$ 4,29 para R$ 7,25 (aumento de 69%).

A presença do óleo nos carrinhos caiu de 7,1% para 6% em um ano. Da carne bonvina foi de 5,9% para 5,3%. Mas, o valor médio do litro de óleo foi de R$ 9,60 para R$ 16,81 (+75,1%), enquanto o quilo da carne saltou de R$ 29,66 para R$ 31,47 (+6,1%).

SEM RUMO

Esse é o resultado de um governo sem rumo e sem política econômica, produzindo um país com quase 28 milhões de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza, segundo a Fundação Getúlio Vargas. Cerca de 19 milhões de pessoas passam fome no Brasil e mais da metade da população vive em situação de insegurança alimentar (tem que escolher se toma café da manhã, se almoça ou se janta).

Por isso, é hora de lutar e enfrentar esse problema causado pelo governo BolsoCARO. Os comerciários e as comerciárias querem um Brasil sem carestia e o nosso povo sem panela vazia. Mas, com emprego e dinheiro para viver dignamente e comprar o básico para suas famílias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − nove =