Bahia tem 7 empresas entre as 300 maiores do varejo brasileiro

Segundo o ranking 2023, desenvolvido pela SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo), a Bahia tem 7 empresas entre as 300 maiores do varejo brasileiro. Os dados são de 2022 e foram sistematizados pelo portal Bahia Econômica.

O levantamento revela ainda que, dessas 7 empresas, 4 são supermercados. A Bahia fica em 2º lugar em número de empresas no Nordeste, abaixo do Ceará com 11 listadas.

AS 7 EMPRESAS BAIANAS

1) Atakarejo – Líder do varejo na Bahia, com faturamento de R$ 3,7 bilhões em 2022, incremento de 24% em relação a 2021. A empresa que ficou em 61º lugar no ranking nacional tem 28 lojas e foi a 21ª em faturamento por loja do país;

2) Farmácias Indiana – A 2ª maior empresa do varejo baiano é a rede de Farmácias Indiana, que atua no Sul da Bahia, em Minas Gerais e Espirito Santo, com um faturamento de R$ 1,7 bilhão e 99 lojas. A rede de farmácias foi criada em Teófilo Otoni, mas a SBVC coloca sua sede em território baiano, onde tem lojas em vários municípios;

3) Le Biscuit – Ocupa o 3º lugar, com 146 lojas e faturamento de quase 1 bilhão de reais;

4) Rede Mix – Vem em 4º lugar, com 17 lojas e faturamento de quase R$ 1 bilhão;

5) HiperIdeal – Em 5º lugar, tem 22 lojas e faturamento de R$ 0,77 milhões;

6) Novo Mix Supermercados – Em 6º lugar com 21 lojas e faturamento de R$ 0,66;

7) Lojas Guabim – Com origem em Valença, tem 81 lojas e faturamento de R$ 0,58 milhões.

As dez maiores lojas do país são: Grupo Carrefour; Assaí: Magazine Luiza; Via: Americanas; Raia Drogasil; Grupo Boticário; Natura; Grupo Mateus e Pão de Açúcar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − treze =