Biometria de voz para prevenir fraudes no comércio eletrônico

De acordo com pesquisas da Receita Federal, o e-commerce deve crescer a uma taxa anual de 20% nos próximos anos, saltando de US$ 211 bilhões em 2022 para US$ 400 bilhões em 2026. Sempre atentos a possíveis novas brechas para atuação, os fraudadores, também enxergam muitas possibilidades nesse cenário, tornando inimaginável a existência saudável de um negócio que não conte com um trabalho eficiente de prevenção à fraude e gestão de riscos.

Para ajudar a coibir as fraudes no e-commerce, a Minds Digital, Voice IDTech pioneira em biometria de voz no Brasil, preparou 4 dicas para as empresas colocarem em prática e protegerem seus clientes e usuários de criminosos. Confira:

1) Cadastro na plataforma

A fraude no cadastro da plataforma de e-commerce tem origem, em grande parte, no roubo de dados pessoais. De posse dessas informações, os fraudadores criam “contas” ou cadastros falsos para fazer compras em nome de outra pessoa.

A autenticação por voz dos usuários é uma etapa fundamental para evitar cadastros indevidos em contas por outras pessoas. Ela pode ser feita durante o processo de cadastramento de dados.

2️) Alteração de dados cadastrais

Na alteração de dados cadastrais do e-commerce, o fraudador pode invadir a conta de outra pessoa, modificar o endereço da entrega e realizar compras enviando a mercadoria para o seu endereço. Nesse sentido, podemos utilizar a biometria de voz como uma aliada caso haja a necessidade de alterar algum dado dentro do e-commerce.

3️) Cadastros de meios de pagamento

É importante pedir a confirmação do cadastro do cartão de crédito, validando o usuário por meio da biometria de voz. Certifique-se de que não é um fraudador que está se passando pelo cliente do e-commerce e que não houve alteração cadastral fraudulenta para desviar o pagamento da compra. Muitas vezes, o usuário já tem um cartão cadastrado na plataforma e quer alterar ou incluir dados de outro cartão, no momento dessa alteração, podemos pedir para o usuário autenticar sua voz para confirmar se é ele mesmo que está fazendo essa operação.

4) Criação de anúncio pelos vendedores

Antes do seller começar a vender nas plataformas de e-commerce, é necessário passar pelo processo de onboarding realizado pelo player em que ele deseja vender. Para evitar invasões de fraudadores, o uso da biometria de voz é um fator de autenticação, podendo inibir fraudadores de entrarem na conta de terceiros e fazerem anúncios falsos.

De acordo com Marcelo Peixoto, CEO da Minds Digital, a biometria pode ser considerada um dos métodos mais seguros de identificação, pois se baseia em características exclusivas de cada pessoa. Aliando esse método com a inteligência artificial, o nível de confiança e velocidade da biometria chega a ser altíssimo. O executivo conta que “A biometria de voz é uma tecnologia que permite confirmar a identidade de uma pessoa enquanto ela fala. Se estiver integrada aos sistemas da empresa, também é capaz de identificar comportamentos suspeitos de usuários, visando a prevenção de fraudes”.

Fonte: Mercado e Consumo / Imagem: Shutterstock

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − sete =