É PRA NÃO LEVANTAR Sob governo Lula, desemprego cai para 6,8% (menor taxa em 10 anos)

É PRA NÃO LEVANTAR
Sob governo Lula, desemprego cai para 6,8% (menor taxa em 10 anos)

COM INFORMAÇÕES DA FEC BAHIA

As políticas adotadas pelo governo Lula (PT) seguem produzindo efeito positivo no mercado de trabalho, em menos de um ano e meio. Além do aumento real do salário mínimo, reduziram a inflação, fortaleceram programas sociais e atraíram investimentos estrangeiros. O País jé tem o menor índice de desemprego desde setembro de 2014 (mandato de Dilma Rousseff).

Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a taxa de desocupação ficou 6,8% em abril. É a menor registrado nos últimos 10 anos, e significa queda de 1,2% pontos em comparação com o mesmo mês 2023. O aumento da população empregada “é decorrente de uma aceleração ainda mais forte no ritmo de criação de empregos no país”, diz a nota Desempenho Recente do Mercado de Trabalho, do Ipea.

Isso acontece paralelo às boas notícias sobre a economia, como o aumento de 7,8% no volume de compras dos consumidores das classes D e E, incluindo itens considerados supérfluos, como chocolates, iogurtes e bebidas. O país bateu recorde de mais de 100,7 milhões de pessoas empregadas com carteira assinada em 2023, segundo o IBGE.

Importante, também, é ver que a maior parte dos novos empregos ocorre no mercado formal. Dados da PNAD Contínua mostram que, nos últimos 12 meses, o número de trabalhadores com algum tipo de registro aumentou 4,4%, enquanto o crescimento de trabalhadores informais foi de apenas 1,0%. O emprego formal também teve bom desempenho, segundo o Novo Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho. O setor privado criou 958,4 mil novas vagas com carteira assinada os quatro primeiros meses de 2024, um aumento de 33,4% em relação ao mesmo período de 2023 (718,4 mil).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =