CTB destaca parceria entre Setre e MTE por emprego para jovens

As centrais sindicais participaram, nesta quinta (18), do lançamento do programa Juventude Produtiva, ação do governo estadual executada pela Secretaria estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). No ato, o governador Jerônimo Rodrigues (PT), o titular da Setre, Davidson Magalhães, e o ministro do Trabalho e Emprego (MTE), Luiz Marinho, firmaram parcerias para geração de empregos e qualificação profissional de jovens.

Presidenta do SintraSuper e da CTB Bahia, a comerciária Rosa de Souza celebrou a parceria entre Estado e União. “É mais um passo para ajudar na reconstrução do Brasil. A Setre já mantinha excelentes programas sociais, sempre dialogando com as centrais sindicais. Agora, com o governo Lula, que recriou o Ministério do Trabalho, vai poder ampliar as ações de qualificação profissional e geração de emprego para a população baiana, especialmente para nossa juventude. A CTB e nossos sindicatos vão atuar para o sucesso desses projetos”, afirmou.

O evento aconteceu no Gran Hotel Stella Maris, ao som da Orquestra Sisaleira e da cantora Brenda Cruz, e onde foram assinados protocolos para implantação do Novo SineBahia como projeto-piloto nacional e a Escola do Trabalhador 4.0. “Quero primeiro agradecer a presença do ministro Marinho aqui com sua equipe para fazer o pontapé inicial de uma política nacional aqui pela Bahia, pelo tamanho, pela contribuição e pela estratégia de política de emprego, de formação, de capacitação. A expectativa em relação a essa parceria com o Ministério do Trabalho é que a gente possa ampliar as oportunidades de capacitação e de formação. É claro que aí tem uma ferramenta fundamental que é a escola. Nós vamos continuar fortalecendo essa agenda para que possamos chegar em cada canto da Bahia com a educação formal do Ensino Médio, com a Educação Profissional e com oportunidades de capacitação”, declarou Jerônimo.

O Juventude Produtiva tem investimento de R$ 8,1 milhões e vai beneficiar 17.040 jovens baianos, mediante dez ações que atuam em duas frentes: inserção no mercado de trabalho e empreendedorismo. Várias ações do programa são vinculadas aos projetos: Gestão Jovem; Acelerando seu Corre Bahia; Força Jovem; Jovem Empreendedor; Conectar EaD; Trilha; Saber para Crescer; Qualificação SineBahia, Capacitação Senac e Projeto com as Mãos, Eu Recomeço.

BAHIA COMO EXEMPLO

Segundo Luiz Marinho, a Bahia demonstra uma grande experiência só por preservar a rede mesmo depois do desmonte do governo anterior. “Nós estamos olhando para a Bahia dizendo: vocês merecem dar conosco o pontapé da restauração da Rede Sine. Pretendemos que ela seja a única porta de entrada para todos os trabalhadores, de todos os serviços relacionados ao mundo do trabalho, relacionado à economia solidária, e aos desafios da qualificação e capacitação. Enfim, e a Bahia nos parece o melhor exemplo para que a gente, a partir daqui, possa oferecer aos demais estados brasileiros esse processo de reestruturação”, afirmou.

Davidson Magalhães destacou a importância do programa nesse momento do País. “Uma das vertentes desse programa é exatamente oferecer um conjunto de projetos que dão acompanhamento aos jovens empreendedores e aqueles que querem se transformar em empreendedores. Não estou falando aqui de trabalho precário. São empreendedores de fato, daquela economia popular que movimenta e gera emprego para as famílias, especialmente de média e baixa renda. A finalidade é preparar para o mercado de trabalho”, explicou.

MAIS PARCERIAS

A Setre também assinou Acordo de Cooperação com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) para promover a capacitação profissional através de uma ação no programa Juventude Produtiva. O acordo prevê intermediação de mão de obra por meio da Rede SineBahia, para fins de contratação dos jovens qualificados.

com informações da Setre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =