Comerciários de Salvador fecham acordo de reajuste salarial para 2024

Comerciários de Salvador fecham acordo de reajuste salarial para 2024
Convenção coletiva já é considerada a melhor em sete anos

Da redação

Após um período de grande turbulência enfrentado pelo Sindicato dos Comerciários de Salvador durante a campanha salarial, o tempo agora é de comemoração. No último dia 17/04 foi assinado, junto ao Sindilojas, a Convenção Coletiva de Trabalho para o setor lojista. E no dia 26/04, o aditivo à Convenção vigente do setor da Federação junto à Fecomércio.

As propostas passaram por um longo período de negociação com os respectivos sindicatos. Existiram períodos de intransigência e chegar a um acordo parecia cada vez mais difícil. Porém, as propostas aceitas já são consideradas as melhores dos últimos sete anos.

De acordo com o presidente, Renato Ezequiel, significa uma vitória grandiosa para a categoria. “Mesmo diante da resistência patronal nós resistimos e fomos para as ruas ganhar o apoio da nossa categoria. O resultado está aí: Garantimos ganho real no salário, aumento do ticket alimentação, pagamento dos feriados e o Benefício Social Familiar, que é uma cláusula social importantíssima e sem custo algum para o trabalhador”, considera.

Para Rosemeire Correia, vice-presidenta do sindicato, a adesão da categoria foi fundamental na negociação. “Conseguimos o apoio da categoria quando mostramos que a nossa preocupação maior era o bem estar e a qualidade de vida do trabalhador. Isso perpassa não só pelo financeiro, como também por melhores condições de trabalho”, avalia a representante.

Conheça os principais pontos da proposta de cada categoria:

Setor Lojista

– Aumento salarial no valor de 6,97% para quem recebe o piso / 4.7% para quem recebe acima do piso

Valor do novo piso: R$ 1.581,00

– Aumento do ticket alimentação
de R$ 12,98 foi para R$ 17,50 (aumento de 34%)

– Manutenção do triênio
Bonificação de 3% em cima do valor do salário do trabalhador a cada 3 anos efetivado

-Feriados pagos
Bonificação de R$ 56,00 + Folga + Transporte + Alimentação

– Feriados que não irão abrir:

‣ Dia 01 de janeiro (Dia da Confraternização Mundial)
‣ Dia 01 de maio (Dia do Trabalho)
‣ Dia 21 de Outubro (Dia dos Comerciários)
‣ Dia 25 de Dezembro (Natal)

*Domingo, segunda e terça-feira de carnaval serão considerados ponto facultativo e quem for trabalhar, deverá receber como feriado. (Bonificação de R$ 56,00 + Folga + Transporte + Alimentação)

– Benefício Social Familiar – BSF

‣ Auxílio Natalidade: R$ 700,00
‣ Farmácia Natalidade: R$ 200,00
‣ Auxílio Funeral: R$ 3.500,00
‣ Apoio Social e Psicológico (Gratuito)
‣Consultas telepresenciais (Gratuito)

Setor Federação:

– Aumento salarial de 4.7%
Valor do novo piso: R$ 1.458,00 (Serviços Gerais) / R$ 1.580,00 (Demais Segmentos)

– Aumento do Ticket Alimentação para R$ 16,00
Sem desconto em folha

– Feriados pagos
Bonificação de R$ 56,00 + Folga + Transporte + Alimentação

– Benefício Bem Mais Social
Atendimento odontológico pelo Hapvida

Da Homologação

Tanto a Convenção Coletiva de 2024 para os lojistas como o aditivo à Convenção Coletiva 2024/2025 da Federação já foram assinados e já foram protocolados junto ao Ministério do Trabalho e Emprego – MTE. Os arquivos já estão disponíveis, para visualização, no nosso site.

O descumprimento dos termos expostos nas duas propostas está sujeito a denúncia junto ao MPT e pagamento de multa no valor de um piso salarial, previsto na própria convenção.

Portanto, os reajustes salariais, deverão ser pagos na próxima folha de pagamento, retroativo à nossa data base, 1 de março. Quem não conseguiu pagar em maio, deverá realizar  o pagamento em junho.

Da oposição

O prazo para oposição à taxa assistencial para o setor lojista vai do dia 23/04 ao dia 13/05.

Para o setor da Federação, o prazo iniciou no dia 29/04 e vai até o dia 22/05.

O valor da taxa assistencial é de R$ 13,00 para o setor lojista e de R$ 15,00 para a Federação. A cobrança está prevista no artigo 578 da CLT. A contribuição assistencial refere-se ao desconto feito na folha de pagamento dos profissionais que trabalham com carteira assinada. Os valores arrecadados são destinados à manutenção física e estrutural do sindicato, bem como, para o pagamento dos seus funcionários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =