Especialista em finanças alerta sobre golpes em datas promocionais

Especialista em finanças alerta sobre golpes em datas promocionais
A planejadora financeira separou dicas e informações importantes para os consumidores

Com informações do Correio*

Com a chegada do Dia do Consumidor, as promoções tentadoras chamam o consumidor para as lojas físicas e on-line, mas a planejadora financeira Lai Santiago alerta que a data também é um momento para ficar atento e não cair em golpes.

Lai explica que as redes sociais podem ser suas aliadas quando se fala de compras pela internet, principalmente quando o consumidor começa sua busca pelo preço ideal do produto tão requisitado da lista de desejos.

“É fundamental comprar de fontes confiáveis, em especial na internet. Prefira comprar de lojas e sites conhecidos, pesquise a reputação da loja no Reclame Aqui e verifique se ela possui avaliações positivas de outros consumidores. Uma dica legal para fazer essa verificação é também dar uma espiadinha nos comentários dos posts das redes sociais da loja. É muito comum que os consumidores insatisfeitos utilizem esse meio para denunciar as atitudes da empresa ou para reclamar de problemas com o pedido. Se o post bloqueou o recebimento de comentários, pode ser um péssimo sinal”, explica.

A busca pelo produto para não cair na conversa de vendedor é importante, além da comparação de preços entre lojas para garantir a oferta perfeita. “Desconfie de ofertas muito fora da curva. Sabe aquele ditado, quando a esmola é demais até o santo desconfia? Se a promoção é exagerada, pode ser um golpe. Os bandidos se aproveitam do nosso comportamento impulsivo na hora de gastar e tentar ativar nossa impulsividade com esse tipo de estratégia”, conta Lai Santiago.

Aqueles que buscam fazer uma compra grande precisam ficar de olho para não passar do orçamento inicial. É comum que as maiores promoções aconteçam apenas se o pagamento for à vista. “Antes de sequer pesquisar, determine quanto você pode gastar, seja à vista, seja parcelado, com um limite máximo que caiba no seu bolso. Isso vai ajudar inclusive na hora das buscas, porque você pode filtrar os produtos de acordo com o valor estabelecido. Assim, fica mais fácil se proteger das tentações das promoções”, explica a planejadora.

Para se proteger do endividamento é necessário evitar o uso do cartão de crédito ou utilizar parcelas muito longas, caso escolha a opção do parcelamento é preciso anotar cada uma delas em seu orçamento mensal.

A planejadora financeira ainda relata que aqueles que escolherem não comprar nesta semana do consumidor estão em tempo de economizar para outra oportunidade, como a Black Friday. Lista de desejos e o acompanhamento de preços é o recomendado para economizar na compra dos produtos promocionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 19 =