Grupo Francês desrespeita baianos e sindicato toma partido dos trabalhadores

Com Informações do SintraSuper, CTB Bahia e Mais Varejo

O Sindicato dos Comerciários de Salvador esteve presente, na manhã da última terça feira, 23, em uma ação de mobilização emcabeçada pelo SintraSuper que percorreu diversas lojas do grupo Carrefuor em Salvador. O ato foi uma convocação aos funcionários e clientes presentes na lojas para um protesto maior que aocntecerá no próximo dia 30.

O grupo francês de hipermecados Carrefuor, recém chegado na nossa região, anunciou no final do ano passado que irá encerrar suas atividades na Bahia e em outros estados do Brasil. Aqui na capital baiana, os hipermecados localizados na Av. ACM, Av. Reitor Miguel Calmon e no bairro de São Cristóvão serão fechados, o que representa mais de 4 mil trabalhadores demitidos.

“Estamos solidários com o SintraSuper e os funcionários do Carrefour. Nossa luta é uma só, por respeito aos nossos direitos e um trabalho digno. Essa empresa não pode ficar sem uma resposta firme da Justiça do Trabalho. Dia 30 estaremos no protesto com vocês”, destacou Renato Ezequiel, presidente do Sindicato dos Comerciários.

A intenção agora é acionar o Ministério Público do Trabalho, a imprensa e toda a sociedade pedindo mais respeito aos trabalhadores baianos. “Vamos realizar esse ato para dizer ao grupo francês que não pode tratar a Bahia e os trabalhadores baianos dessa forma. Não pode comprar lojas e, um ano depois, fechar várias delas, deixando 4 mil pessoas desempregadas. Pedimos o apoio da sociedade para essa luta”, ressaltou Rosa de Souza, presidenta da CTB Bahia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × quatro =